Moçambique

portodabeira01-g

Apresentação do País

Moçambique tem-se apresentado como um impulsionador da economia Africana, os excelentes resultados do PIB, mostram confiança aos mercados externos, e uma vontade crescente de investimento estrangeiro.

Desde a sua independência, a 25 de junho de 1975, que o país tem lutado de forma exaustiva para melhorar os seus aspetos economico-socias, porém foi a partir de 1992, com o fim da guerra civil, que estes melhoraram. Hoje, o seu crescimento ascendente se mantenha constante, mostrando desta forma a sua importância aos mercados externos.

No ano de 2011, Moçambique foi considerado o 7.º país com maior crescimento de PIB anual, ou seja, um crescimento de cerca 7,9%, tendencia esta que se prevê manter segundo o INE, que aponta para uma média anual de crescimento a rondar os 6 pontos percentuais.

A inflação do país tem tido uma tendência decrescente, em 2010 a taxa encontrava-se nos 16%, já no ano de 2011 a mesma diminui para o valor de 7,74%.

O país é extremamente rico no que diz respeito aos recursos naturais, através dos mesmos, a potencia tem baseado a sua economia, fazendo com que a exploração dos mesmos seja uma prioridade para o mesmo. Os investimentos devem centrar-se na otimização do mar, rios, gás, carvão,minerais, madeiras e ainda nos cerca de 45% de território que podem ser explorados para a agricultura.

A agricultura ainda é a principal fonte de rendimentos, sendo que na sua maioria é realizada em pequenas propriedades. A agricultura de subsistência representa 80% do total produzido pelo país, fazendo com que a venda dos produtos seja muito insignificante.

Atualmente o país ainda sofre de alguns problemas sociais que têm-se mostrado difíceis de resolver,dados da CIA mostram que por exemplo só 56,1% da população moçambicana é alfabetizada, ou ainda cerca de 1,4 milhões de pessoas têm SIDA. No ano de 2008, 54% de total a população ainda vivia abaixo da linha de pobreza.

O país continua dependente de ajuda externa para continuar a crescer. A prioridade do estado continua a ser as obras para a melhoria da qualidade de vida, assim, é imperativo a aposta na melhoria do saneamento, estradas e uma agricultura mais desenvolvida.

ContactoPretende importar ou exportar para este país?

Peça-me mais informações!