Comércio Internacional Americano com Portugal

EUABlogAo longo dos anos, as relações bilaterais entre Portugal e os Estados Unidos da América têm-se tornado menos fortes e importantes para ambos. A emergência de outros mercados muito competitivos, como Angola, China ou Brasil, fizeram com que os EUA perdessem alguma quota de mercado relativamente às exportações para o nosso país.

Embora a queda nos valores ser significativa, a verdade é que no ano de 2011, os EUA representaram para o mercado português cerca de 4% do valor total das exportações anuais, posicionando-se como o 8.º melhor Cliente dos nossos produtos. Se forem analisados os dados referentes aos produtos importados, verifica-se que os EUA ocupam o 12.º Lugar na lista de principais fornecedores nacionais.

É possível verificar que a balança comercial bilateral entre os dois países tem sido tendencialmente favorável a Portugal, embora entre os anos de 2007 e 2009 a mesma tivesse apresentado resultados inferiores ao previsto. Em 2011 o valor da balança atingiu um superavit de 400,4 milhões de euros, menos de metade do valor verificado em 2006.

O mercado americano é deveras exigente, e os produtos que são absorvidos pelo mercado têm que ser úteis, inovadores e de qualidade. Se nos anos 90 eram os vinhos que lideravam a tabela de exportações, em 2011 esse lugar passou a ser representado pelos combustíveis e minerais, seguindo das máquinas e aparelhos, cortiças e matérias têxteis representando 56% do total de exportações para o país.

Prinicpais Produtos Exportados para os EUA Fonte: AICEP

Prinicpais Produtos Exportados para os EUA
Fonte: AICEP

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, em 2011 existiam 2158 empresas portuguesas exportavam para os EUA, e se forem analisadas as empresas que importavam produtos provenientes do mercado, observaríamos que existiu um decréscimo de 62% relativamente aos números de 2007, passando esse número a ser de 5205.

ContactoPretende importar ou exportar para este país?

Peça-me mais informações!